Skip to main content

Você conhece o design dinamarquês? Simplicidade, minimalismo e forma de acordo com a função são algumas das características da estética dinamarquesa. Mas ser simples não significa estar desprovido de charme, arte ou criatividade. Nesse estilo, a necessidade de extrair utilidade e valor de um objeto anda ao lado da sua beleza estética.

O design dinamarquês

Composição, formas e linhas limpas são as os pilares do design típico da Dinamarca. O espaço vago também é um ponto essencial nos projetos e ambientes que levam essa estética, não sendo encarado como um vazio puro e simples. Além disso, a abordagem minimalista torna o espaço aconchegante.

Natureza como inspiração

Nessa região, durante o inverno, há pouca luz do dia e para encontrar conforto estando tanto tempo dentro de casa, os escandinavos projetam seus espaços com materiais e padrões orgânicos para adicionar um toque da natureza. Os esquemas de cores também são mais neutros, o que cria um efeito calmante.

Os grandes espaços ao ar livre e todos os tipos de beleza natural são temas proeminentes dessa estética. Então, para trazer esse ar dinamarquês ao seu projeto, é importante apostar em elementos como folhas, árvores, madeira e ilustrações inspiradas na natureza.

Cores neutras e estampas dinamarquesas

Tons neutros claros e tons pastel são uma forte característica do design dinamarquês. É comum ambientes dominados pelo branco, cinza e bege. Cores com pouca saturação, como azul, verde, amarelo e rosa, sempre em tons claros, em contraste com detalhes em preto, marrom e outras cores mais vivas.

Outro elemento importante são as estampas típicas escandinavas, com padrões baseados em ilustrações simples e planas sobre animais, plantas ou ainda geométricas, geralmente simétricas. E aí, gostou de conhecer o design dinamarquês? Que tal colocar esse conhecimento em prática no seu projeto? E para mais conteúdos sobre design e tendências, continue a acompanhar o blog da Artesian!

Precisa de ajuda?