Charles & Ray Eames

Charles & Ray Eames

Muitos casais trabalham juntos, mas poucos sonham juntos e se esforçam para tornar esse sonho realidade. Charles Eames (1907–1978) e Ray Eames (1912–1988) foram um casal de designers que deixaram uma enorme contribuição ao mobiliário e arquitetura moderna.

 

Juntos, eles desenvolveram novos processos de produção para tirar proveito dos materiais e tecnologias da época, buscando produzir objetos cotidianos de alta qualidade a um custo acessível.

 

Charles Eames (17 de junho 1907 – 21 agosto 1978) nasceu em St. Louis, Missouri. Era o sobrinho do arquiteto William S. Eames, com quem adquiriu conhecimentos sobre engenharia, desenho e arquitetura. Charles Eames foi bastante influenciado pelo arquiteto finlandês Eliel Saarinen.

 

A convite de Saarinen, Charles prosseguiu os estudos de arquitetura na Academia de Arte de Cranbrook, onde, mais tarde, se tornaria professor e responsável pelo departamento de design industrial.

 

Ray Eames (15 de dezembro de 1912 – 21 de agosto de 1988), nasceu em Sacramento, Califórnia, e estudou pintura expressionista abstrata com Hans Hofmann.

 

Ray foi uma das fundadoras do grupo American Abstract Artists em 1936, tendo exibido obras na sua primeira exposição, um ano mais tarde, no Riverside Museum em Manhattan. Uma das suas telas faz parte da coleção permanente do Museu Whitney de Arte Americana.

 

Em setembro de 1940, Ray inicia os estudos na Academia de Arte de Cranbrook e conhece Charles. A ligação entre os dois foi tão forte que Charles acabou se divorciando de sua esposa para ficar com Ray.

 

Ao fim da década de 1940, Charles desenhou e construiu para ambos a pioneira Eames House, feita com base em peças de aço pré-fabricadas destinadas à produção industrial. A casa permanece até hoje um marco da arquitetura moderna.

 

Os Eames foram pioneiros na utilização de materiais como fibra de vidro, resina plástica e malha de metal, produzindo cadeiras para o fabricante de equipamentos de escritório Herman Miller.

O casal participou também de várias exposições notáveis, como Mathematica: a world of numbers and beyond (1961).

Considerada o modelo para exposições de divulgação científica no meio, essa é a única das suas exibições ainda existente.

Considerados uns dos grandes nomes do design de mobiliário moderno, Charles & Ray Eames trouxeram um novo olhar para a produção de móveis no século 20.

Com a ideia de que um bom design pode melhorar a qualidade de vida das pessoas, o casal reuniu em suas criações os grandes atributos de um móvel: elegância, simplicidade e funcionalidade.

Com espírito aventureiro pela busca de novas formas e ideias, aliado à rigorosa disciplina técnica, os Eames desenvolveram técnicas importantes para a evolução do mobiliário. Para Charles Eames, “os detalhes não são mero detalhes, eles fazem o produto”.

 

Charles Eames morreu de ataque cardíaco em 21 de agosto de 1978 durante uma viagem à sua terra natal. Após seu falecimento, o estúdio foi fechado e Ray passou a se dedicar à organizar e inventariar toda a produção do casal, além de colaborar na produção de diversos livros sobre os projetos desenvolvidos pelo estúdio.

 

Curiosamente, Ray faleceu no mesmo dia que Charles, exatamente dez anos depois, porém, a importância da dupla para o design permanece presente até os dias de hoje.

Categoria: Designers

Publicado em: 02/09/2019

Leia Também

Jaime Lerner

O arquiteto curitibano Jaime Lerner foi eleito em 2018 como o segundo urbanista mais influente de todos os tempos. Seu projeto Chaise Urca é produzido exclusivamente pela Artesian.

Leia mais

02/09/2019

Hans J. Wegner

O designer Hans J. Wegner fez história ao aliar funcionalidade e beleza em seus projetos, recebendo, ao longo de sua carreira, o título de “mestre das cadeiras”.

Leia mais

20/08/2019

O legado de Florence Knoll

Com criações modernas e elegantes, Florence Knoll fez história no design americano. Conheça mais do estilo de uma das arquitetas mais importantes do século XX.

Leia mais

02/09/2019