O design em espaços gastronômicos

O design em espaços gastronômicos

Existem muitos fatores que desempenham papéis importantes na garantia de uma boa experiência do cliente em ambientes gastronômicos como restaurantes, bares e cafés. Enquanto nos concentramos sempre na comida e no serviço, o design do restaurante é muitas vezes esquecido, mesmo tendo grande relevância. Afinal, antes que qualquer cliente olhe para o cardápio ou fale com um atendente, ele primeiramente observa a aparência do local.

Por isso, ao planejar seu próprio negócio, tenha em mente que um ambiente decorado que demonstre o tipo e estilo de cozinha é fator de diferenciação do estabelecimento.

 

A importância do design e layout

Um bom design de interiores pode fazer tanto para um restaurante, café ou bar quanto as comidas e bebidas servidas no local. Projetar um design incrível é tudo, menos simples.

Existem milhares de aspectos para ponderar, dentre eles: qual será o estilo do estabelecimento? Como você pode tornar o interior o mais clássico e sofisticado possível, sem atrapalhar o fluxo de trabalho da equipe? 

A primeira coisa a fazer ao decidir o design e o layout do seu restaurante, é garantir que eles estejam em sincronia com o conceito e a proposta do empreendimento. Uma vez que o design irá variar significativamente conforme o tipo do espaço.

Por exemplo, lanchonetes fast-food são projetadas para refeições rápidas em um ambiente de alta rotatividade, já restaurantes finos acomodam os clientes por mais tempo.

Ao trabalhar em seu tema, combinar a aparência do restaurante com sua marca ajudará seu cliente a identificar facilmente os dois. É importante que todos os elementos que fazem parte do seu empreendimento contribuam não só para a experiência gastronômica, como também para a promoção da identidade da marca.

 

Circulação e movimento

Um dos aspectos mais importantes do design em espaços gastronômicos é assegurar a circulação e a movimentação dos funcionários, bem como dos frequentadores. O layout do restaurante deve ser projetado de forma a permitir que os clientes encontrem facilmente o caminho para a área de refeições, enquanto os garçons tenham livre acesso aos corredores, entregando um serviço rápido, eficiente e organizado.

O interior de uma cozinha de restaurante é um espaço especialmente perigoso, com um grande número de acidentes acontecendo devido ao constante fluxo de pessoas circulando.

Portanto, certifique-se de que o layout da cozinha inclua espaço suficiente entre as estações de trabalho. 

 

Conforto

Maior conforto significa clientes mais satisfeitos. Se o cliente permanecer mais tempo sentado à mesa, este tempo adicional vai representar um aumento no consumo e no faturamento do empreendimento; logo, o conforto torna-se fundamental.

Por isso, é ideal investir em meios que criem um ambiente confortável como: mobiliário, iluminação, qualidade do ar e acústica do ambiente.

 

Mobiliário

É importante escolher móveis que além de seguirem o conceito escolhido para o estabelecimento, sejam confortáveis. A antropometria estuda as medidas e formas do ser humano, visando melhorar a relação dele com ferramentas, sistemas e ambientes de trabalho, além de dar subsídios para o desenvolvimento de móveis funcionais. Alguns centímetros de diferença na altura ou um grau de erro na inclinação do encosto podem ser as diferenças entre uma cadeira confortável ou não. 

A escolha dos móveis também deve considerar o espaço disponível. Você não pode optar por poltronas grandes e volumosas se quiser ter inúmeras mesas em um espaço reduzido, por exemplo. Se o seu objetivo é um restaurante para encontros românticos, as mesas devem acomodar duas pessoas. E se deseja criar um ambiente familiar, deve optar por mesas que acomodam mais pessoas e móveis especiais para crianças.

Ao escolher móveis para o seu estabelecimento, dois pontos importantes devem ser considerados: manutenção e qualidade. Alguns materiais requerem mais manutenção e atenção do que outros e o tempo de reparo pode afetar outras operações. A escolha das cadeiras e mesas, portanto, deve garantir que não seja necessário fechar o local para a reforma do mobiliário.

Interromper o atendimento em um curto período após a abertura, por que o mobiliário precisa ser reformado, significa prejuízo financeiro e pode afetar também a imagem do estabelecimento. Além disso, não é recomendável comprar móveis residenciais para ambientes comerciais, já que podem ficar danificados mais rapidamente pelo uso constante.

 

Iluminação

A iluminação do ambiente é um componente essencial do design do restaurante, pois proporciona visibilidade para trabalhar e se locomover com segurança. A iluminação influencia o ambiente do restaurante, que por sua vez reflete na experiência do cliente.

 

Qualidade do ar

Devido à fatores como cozinha, iluminação, equipamentos elétricos e o número de pessoas, o calor interno é muito alto nesses tipos de ambiente. Assim, é importante ter um bom sistema de aquecimento, ventilação e ar condicionado.

A temperatura na área de refeições deve ser controlada para proporcionar um espaço agradável para os clientes. Ao mesmo tempo, certifique-se de que a cozinha seja bem ventilada para não acumular fumaça e cheiro de comida.

 

Acústico

Os espaços gastronômicos, em geral, são locais barulhentos.

Com a música tocando em segundo plano e as pessoas falando, a qualidade acústica geral do espaço tem um impacto significativo na experiência do cliente. Por isso, os restaurantes geralmente têm móveis suaves e pisos acarpetados para a absorção do som. Tetos falsos e superfícies macias podem ser incluídos no design do restaurante para manter a acústica do lugar.

Adicionando essas dicas ao design e planejamento do seu empreendimento, certamente será mais fácil melhorar o ambiente geral e a experiência de seus clientes, além de aumentar a eficiência das operações do espaço.

Categoria: Arquitetura e Decorações

Publicado em: 20/08/2019

Leia Também